setembro 10, 2012

............... O NOVO SEMPRE VEM – ELEIÇÕES 2012 em ITABUNA



Ilustações: 
GUILLERMO PÉREZ VILLATA


Deixei de votar em Itabuna, transferindo o título eleitoral para Natal, a cidade onde vivo nos últimos dois anos e meio. De certa forma, não deixa de ser um alívio, andava cansado da antigas e inférteis disputas políticas à moda antiga. Os anos passaram e a situação política local vem mudando, abrindo caminhos para outras contendas. Fernando, praticamente aposentado, usufrui seus milhões. Dentro de poucas décadas, será como outros homens públicos que um dia iludiram o eleitor, ou seja, soterrado na poeira do tempo. Geraldo, também enriqueceu fazendo política. Ele finge não perceber que a máscara caiu e rola ladeira abaixo. Perde milhares de votos a cada eleição. Inconformado, sem prestígio e impedido de disputar as eleições municipais devido à ficha suja, tenta que o itabunense engula a qualquer custo sua nada carismática esposa, numa insistente forçação de barra. A derrota é evidente, e esse panorama traduz uma certa esperança: a ribalta para os novatos. O novo é sempre bem vindo, até que prove que nada tenha a acrescentar de benéfico.

De fato, há ocasiões em que nos sentimos impotentes, ao vermos triunfar as nulidades ou desfilarem diante de nós essas figurinhas carimbadas que não supúnhamos que tivessem o descaramento necessário para candidatarem-se ou investirem em familiares, como se vivêssemos numa monarquia. Nesses momentos de nossas existências se instalam o cansaço e o esmorecimento morais, diante da mediocridade quase sempre vencedora, por ser numerosa, organizada, expansiva, subserviente, comprometida, persistente, camaleônica e indubitavelmente doutorada em jogo de cintura. É desanimador ver expoentes jubilados em corrupção continuarem no páreo com possibilidades eleitorais. Que expectativa, enfim, podemos ter se vemos a impunidade e a omissão prosperarem, e corruptos, na maciota, à sombra de candidaturas? Itabuna está verdadeiramente a ver navios nos últimos anos, sob o comando de salvadores da pátria de araque, desfrutadores do dinheiro público que conhecem o segredo de enriquecer sem fazer força, apenas pilotando mandatos.


Felizmente, vê-se uma luz no fim do túnel: Geraldo em maré baixa e novos políticos na praça. Percebi isso claramente nos recentes dias de agosto passados em Itabuna. De longe, avistei uma frouxa caminhada da candidata de Geraldo, Juçara Feitosa. Constrangedor. Lembrei-me imediatamente de outros tempos fervorosos, marcados pela claquete apaixonada da Direc 7, pilotada por Miralva Moitinho, e a empolgação partidária do PCdoB. Tempos que dificilmente retornarão. A candidata está sendo explicitamente rejeitada. O povo parece que finalmente tomou consciência que Geraldo traiu o voto de todos, defecou na opinião pública e nos mandados que lhes deu boa vida. A presença de Juçara também não contribui para imprimir confiança ao eleitorado. Conformada em ser fantoche, certamente em interesses de polichinelo, a coisa repercute tão mal que os marqueteiros de plantão tentam mascará-la como uma dama de voz suave, educação ímpar, coração aberto e generosidade ilimitada. Essa farsa não funciona numa cidade pequena. Todos conhecem ou já ouviram falar dos modos e rompantes temperamentais de dona Juçara. Conversando com um moto-boy, perguntei em quem ele iria votar. “Só sei em quem não votarei de jeito nenhum: Juçara”, respondeu com convicção. Fiquei curioso, procurando saber o motivo da aversão. “Tá vendo essa mulher educada na propaganda eleitoral, dizendo que ama Itabuna? É tudo armação. No tempo do Viva Maria fui procurá-la, pois soube que estavam distribuindo enxovais para recém-nascidos e meu primeiro filho havia acabado de nascer. Não fui atendido, mas resolvi falar com ela de qualquer jeito e fiquei horas esperando até que ela deu as caras. Então, eu disse humildemente: ‘Dona Juçara, sou pobre, estou desempregado, meu filho acaba de nascer e preciso de um enxoval’. De cara fechada, ela respondeu na maior grosseria: ‘Quando você fez o filho veio pedir a minha ajuda?’. E virou as costas. Fiquei com lágrimas nos olhos. Todo mundo olhando pra mim. Depois disso, ninguém na minha família vota em Geraldo ou nela nem morto”.

Continuei a pesquisa pessoal. Todos que eu perguntava em quem iria votar respondiam Vane ou Azevedo. Até mesmo gente do próprio Partido dos trabalhadores (alguns da cúpula ou da fundação do Partido). Parece que Geraldo será absolutamente derrotado em sua pretensão eleitoral. Bem feito, a bem dizer, ele, de alguma forma, traiu e pisoteou muita gente. Fiquei com pena de amiga Acácia Pinho como vice, envergonhada na chapa de um farsante vestido de suspeição e maracutaias. Ela bem que podia dispensar-se dessa companhia sem  luz e sem mais o gozo da preferência popular. Foi uma costura malfeita, desagradando ao senso dos cidadãos. Acácia deve estar sofrendo o impacto da insatisfação daqueles que têm reserva quanto à candidatura de Juçara. Sabemos que é um conchavo, um arranjo que a submete a comer uma fatia do bolo sem sabor. Coadjuvante, enfim, de um grupo político leproso.

De fato, sinto a náusea de existir num mundo em que a corrupção e a hipocrisia fazem festa, mas não perco a esperança. A queda de Geraldo Simões representa que nem tudo está ao deus-dará. É o povo grapiúna se rebelando contra o abandono e a incúria, a ganância e a usura. Audaz, vai se arriscar em novos nomes para a prefeitura da machucada Itabuna. De coração, fico feliz. Até reservei duas garrafas de um bom vinho tinto seco, francês, para brindar à derrota de Geraldo e aos novos tempos que virão nas Terras do sem fim.


24 comentários:

Nasser disse...

Arrebentou, Nahud. Concordo plenamente. Lá em casa faz tempo que abrimos os olhos e não votamos mais nesta turma.

Brenda Rosado disse...

A sua escrita é legítima, corajosa e talentosa. Parabéns.

Sibele Gava disse...

Amigo, vc bateu sem piedade.
Sucesso sempre para vc.
Beijos saudosos,
Si

EVA LIMA disse...

parabéns pelo texto....vc não imagina o que ocorre por aqui nesse politica eleitoral...bjs

Danilo disse...

Belo texto!!! Traduz bem o que a maioria dos que um dia viram em Geraldo um projeto de transformação pensam hoje, fomos enganados pelo sorriso fácil de minha pedinha, pela sua fala mansa perante os “aliados” e por seus gestos rasteiros pelas costas, fomos enganados quando pensávamos ser Geraldo “diferente” de Fernando quando na verdade o que os difere é tão somente a maneira como tratam os aliados… Que os bons ventos da mudança possa soprar em nossa cidade a partir de 07 de outubro e que possamos eleger um candidato honesto e honrado, para virarmos essa triste página da nossa história política.

Maria Cardoso Soares disse...

Excelente texto para reflexão... Parabéns!!!A corrupção no Brasil vai muito além de um erro cometido uma única vez. A condição da política brasileira é baseada na acomodação da sociedade com a situação atual, na aceitação da corrupção como normalidade, na legislação defasada e complacente com os erros. As constantes denúncias de desvio das verbas públicas, divulgadas pela mídia, fazem com que a indignação dos cidadãos vá diminuindo, e, sem ser pressionados, os réus encontram métodos para se livrar das acusações.

Kiko disse...

Maravilha. Compartilho essa decepção em relação a minha pedinha.
Kiko

Daniel Brandão Barreto disse...

PREZADO ANTÔNIO NAHUD,

GOSTARIA DE TE PARABENIZAR PELA SUA ‘FIDEDÍGNA’ AVALIAÇÃO, POIS, A BEM DA VERDADE É EXATAMENTE ISSO QUE ACONTECEU COM A NOSSA QUERIDA E AMADA ITABUNA.
EU PARTICULARMENTE OUÇO MAIS COISAS NEGATIVAS DO QUE POSITIVAS SOBRE A NOSSA CIDADE, ALIÁS, QUEM DIRIA O CONTRÁRIO?
MAS ENFIM, EU TENHO UNS OITO ANOS QUE MORO FORA DESTA CIDADE E AINDA SOU CAPAZ DE DIZER QUE AMO ESSA CIDADE… IMAGINO QUE UM DIA TUDO IRÁ MUDAR PARA MELHOR E QUE POLÍTICOS SÉRIOS IRÃO CONDUZI-LA À NOVOS RUMOS, SEM POPULISMO, SEM GRUPINHOS DA MAMATA, COM PLANEJAMENTO E AUSTERIDADE NAS METAS DA ADMINISTRAÇÃO.

MEUS PARABÉNS PELA SUA AVALIAÇÃO, COMUNGO DE SUAS IDÉIAS.

Hélio Martins disse...

é uma pena essa situação. o pior é que é real (daí pra pior). sempre votei no PT, mas já não farei isso nesta eleição. como muita gente, cansei de embromação e vou votar em vane/wenceslau.

Anônimo disse...

Beleza cara, pior que Geraldo e Fernando é Vane e Wenceslau dois lobos em forma de cordeiro, eu entendi bem seu texto.

Jefferson disse...

Geraldo subiu politicamente atacando ACM com unhas e dentes. Hoje repete as mesmas artimanhas do velho cacique... Quanto a disputa eleitoral, talvez seja bom Juçara ficar meses em campanha, fingindo que é sorridente e educada, quem sabe assim aprende um pouco a tratar as pessoas com gentileza.
Jefferson

Elvio Magalhães disse...

A pena não pesou demais contra geraldo? A cidade está acabada, cáos na saúde publica, pobreza exposta, sujeira, e o pior: a população, inclusive a classe média, complemente discrente. De tudo.

O Capitão Azevedo é um novo coronel. Igualzinho a Geraldo e a Fernando.

Nina Rosa Germano disse...

kkkkkk... o problema é que esses novos, não são novos, principalemente como representante do povo...todos são representantes do legislativo da nossa cidade por dois mandatos e nada fizeram...Antonio Nahud Júnior, inclusive, "os novinhos"usando de uma linguagem bem popular na contemporaneidade,estão envolvidos nos desvios de dinheiro e nas farras da diárias, aliás, de tudo na nossa cidade acontece, eu tb espero esses "novos", que tenho certeza que não são esses mas pessoas novas no nosso cenário político que mostrem ao povo no minímo, conduza o seu mandato com ética e respeito ao povo.Então, se não temos "os novinhos", vai às mulheres mesmo, que estão mostrando que sabem administrar bem, seu trabalho, sua familia, sua vida particular e o nosso País. Vem com Treze!!!!

Unknown disse...

Concordo, Júnior. Só não consigo vislumbrar, nem sombriamente, esses "novos tempos".Bjo

GIDEON ROSA disse...

Texto lindo, meu amigo, além das qualidades de ser bem escrito (como sempre) tem a sensibilidade de dizer as coisas que precisam ser ditas. Eu tive essa mesma percepção quando passei um mês em Itabuna.
Abraços

Aldemir disse...

Um ótimo texto, a constatação dos desmandos do casal simões, são bem coerentes

Eleitor Atento disse...

Belo texto desse rapaz. Parabéns.
Quanto ao cidadão que escreveu acima que ele só fala de Geraldo e Juçara depois que perdeu a “boquinha” deveria se informar melhor. Ele denunciou o esquema para beneficiar a candidata Juçara em 2008 feita pelo gestor Aldo Bastos que hoje continua fazendo só que para o candidato Eduardo Ninão. Ele cobra 300,00 pelo aluguel das salas para ensaios + uma cesta-básica por cada professor. As cesta estão sendo doadas as pessoas da periferia da cidade em nome do candidato. Mas o doce dele tá guardado. Dentro de alguns dias a candidatura desse cidadão vai ser impugnada.

Unknown disse...

Fernando Gomes e Geraldo Simões, dois coronéis à moda antiga, tiranos e maquiavélicos?????

Geraldo Simões nunca foi coronel e muito menos tirano e maquiavélico, posso garantir , pois fui sua colega de Ceplac, uma pessoa da paz
, jovem e que lutou junatmente com tantos outros, por nossos direitos juntamente com o governo, e que agradecemos por tantas vitórias conquistadas, razão pela qual foi crescendo , pela admiração, chegando a se candidatar a vereador e em seguida prefeito, e que fez um excelente governo.
Não sou simpatizante de Fernando Gomes, mas sei o bastante, no meu nivel de cultura, que ele também nunca foi coronel e tão pouco dessa época, quanto a tirano e maquiavélico, isso foi público e notório.
Não sou daquelas que porque não simpatizo com A ou B candidato, saio falando inverdades, e nem tao pouco transfiro o meu título por isso, porque candidatos de todos os tipos tem em qualquer lugar e vota quem quer!

Maria Lindalva Gois disse...

Parabéns,
Conseguiu reproduzir em palavras pensamentos que antes não ousávamos admitir tê-los.
Beijos,
Nalvinha

Paula disse...

Boa!!!!!!!!!!!!!!

Valmário Bernardes disse...

Amei o texto!
Parabéns! Vou espalhar no face...

Mariosvaldo Macedo disse...

TIVE A OPORTUNIDADE DE LER A MENSAGEM O NOVO SEMPRE VEM E QUERO PARABENIZAR ANTONIO NAHUD JUNIOR, PELA MENSAGEM. POIS SOU CIDADÃO ITABUNENSE E TAMBÉM TENHO INSATISFAÇÕES COM ADMINISTRAÇÃO DA NOSSA CIDADE DE ITABUNA, E EM BUSCA DE MUDANÇA. ESTAMOS PARTICIPANDO COM O NOSSO SIMPLES APOIO AO CANDIDATO VANE DO RENASCER, QUE É UMA PESSOA DE ORIGEM HUMILDE, DE GESTO SIMPLES E QUE TALVEZ SEJA O GUERREIRO DESTA MUDANÇA ADMINISTRATIVA QUE SEMPRE ALMEJAMOS.


UM FORTE ABRAÇO,

MARIOSVALDO MACEDO.

Rita Maynart disse...

Artigo excelente, Antonio!!! Que percepção! A mesma que eu, veladamente, trazia - e trago - dentro de mim! Ainda bem que existem os escritores e jornalistas que podem e devem trazer às claras, as veladas percepções da queda do passado e o prenúncio esperançoso do NOVO! VIVA O POVO GRAPIÚNA!!!

Marta Lima disse...

Se Deus quiser, agora é 10